Opinião

Carlos Matias

O populismo também é incendiário

O populismo insinua-se na análise das causas e das soluções para os incêndios rurais; simplifica o que é complexo, apontando uns quantos “culpados”, apregoa umas receitas de cartilha, elide os interesses em confronto e foge à definição concreta do conteúdo das “reformas” por fazer. Ora, aqui é que “bate o ponto”….

José Manuel Pureza

Uma nova respiração

Há movimento social em Portugal. A manifestação de jovens na Avenida da Liberdade contra a violência racista, a greve feminista e a greve estudantil pelo clima mostram essa nova vitalidade do movimento social, a sua criatividade propositiva e a sua determinação transformadora. E, mais que tudo, têm a força irreprimível da juventude.

Francisco Cordeiro

Vida ou lucro?

A polémica sobre a Celtejo foi-se diluindo com o tempo, mas os problemas de poluição no rio Tejo têm persistido.

 

Resoluções Mesa Nacional

A campanha do BE continua a sua série de reuniões com entidades relevantes no Distrito de Santarém. Esta sexta-feira, dia 20 de setembro, reuniu na cidade de Tomar, com a Comunidade Intermunicipal do Medio Tejo (CIMT) tendo sido recebida por Miguel Pombeiro, secretário executivo da referida comunidade.

A mobilidade na região do Medio Tejo e a sua relação com a área metropolitana de Lisboa foi um dos temas abordados. Fabíola Cardoso referiu que é preciso apostar na ferrovia e melhorar o programa PART.

A campanha do BE fez os últimos dias nos concelhos de Salvaterra de Magos e Almeirim contactando com a população e reuniu com a empresa Águas do Ribatejo tendo sido recebida pelos Presidentes das Câmara Municipais de Torres Novas, Pedro Ferreira; Coruche, Francisco Silvestre de Oliveira e pelo Diretor Geral Executivo, Moura de Campos.

O contacto da candidatura bloquista no Politécnico de Tomar com o sindicato dos Professores do Ensino Superior e com o Centro de Integração e Reabilitação de Tomar foram demonstrativos da necessidade de bons serviços públicos para a fixação da população.

A cabeça de lista do BE, Fabíola Cardoso, que esteve acompanhada do também candidato Luís Santos e outros aderentes do Bloco considerou que “a afirmação do Ensino Superior Politécnico no distrito é fundamental para o desenvolvimento regional e a fixação de população”.

Realizou-se mais uma iniciativa promovida pela associação ambientalista ProTejo, o “7.º Vogar contra a indiferença”, no Tejo, que juntou ativistas portugueses e espanhóis, na praia fluvial da Ortiga, Mação. Uma descida do rio em canoa antecedeu o almoço, a que se seguiu um período de intervenções e debate de ideias aberto a quem quisesse usar da palavra. Fabíola Cardoso e Lurdes Martins, candidatas pelo BE estiveram presentes, assim como outros ativistas do BE e manifestaram a sua concordância com as questões apontadas pela ProTejo.

No passado sábado, 7 de setembro, o Bloco de Esquerda do distrito de santarém foi a votos para a eleição da nova Comissão Coordenadora Distrital (CCD) tendo a lista encabeçada pelo ainda deputado Carlos Matias, obtido uma aprovação superior a 89% dos votantes. É de referir ainda o interesse que este ato eleitoral manifestou nos aderentes do distrito de santarém, com a maior votação de que há registo na história do partido, nesta distrital.

Fabíola Cardoso, cabeça de lista por Santarém do Bloco de Esquerda, visitou a Alpiagra. Alguns stands mereceram cuidada atenção e diálogos frutuosos, de que foram exemplo os relacionados com a apicultura. A defesa dos direitos de todas as pessoas que trabalham a terra, nacionais e imigrantes, foi valorizada pela candidata. Fabíola Cardoso pretende que não se esqueça a importância das lutas dos trabalhadores agrícolas no tempo da ditadura.

Páginas