Opinião

Fabíola Cardoso

Despoluir um rio não é impossível

Despoluir o Nabão é possível. Haja vontade política de quem governa, trabalho técnico competente e capacidade de candidatura a financiamentos europeus.

Fabíola Cardoso

Produção solar fotovoltaica sim, mas….

Assistimos ao nascimento de um novo problema ambiental que ocupa milhares de hectares no Ribatejo: proliferam os projetos de enormes centrais solares na Azambuja, Cartaxo, Alenquer, Santarém, Chamusca, Rio Maior ou Benavente.

Fabíola Cardoso

Ecovia do Tejo: um caminho de esperança

A ONU instituiu o dia 3 de junho como Dia Mundial da Bicicleta. Foi este o dia escolhido pelo Bloco de Esquerda para divulgar a proposta legislativa que defende a criação da Grande Ecovia do Tejo: um percurso ciclável e pedestre, de Espanha a Lisboa, junto ao rio Tejo.

 

Resoluções Mesa Nacional

De fevereiro a abril o balanço dos resultados eleitorais sintetizou-se em: foi uma derrota eleitoral, a conjuntura nacional e internacional foi madrasta, e agora é tempo de olhar para a frente, de seguir viagem, de definir o rumo!

O secretariado crê, ou faz-nos crer, que a atual do partido é uma fatalidade.

Perdemos influências política, deixámos de ser parceiros do PS, assumimos uma feroz oposição, que tínhamos refreado nos últimos anos, perdemos parte de voz, perdemos parte da nossa subvenção.

Estamos nesta Conferência, para dar um primeiro sinal forte de que o Bloco não está derrotado, tem capacidade força e talento para como sempre, prosseguir num feixe de lutas e ação que construa uma alternativa socialista para o nosso país, cujo mandato fundador do Bloco de Esquerda a isso nos obriga, nos bons e nos maus momentos.

Estamos aqui para dar a volta.

A maioria do Bloco de Esquerda não achou oportuna a realização de uma convenção nacional para que, de forma participada e democrática, pudéssemos definir um novo rumo estratégico para o partido, de acordo com as novas realidades, nacional e internacional, que estão a acontecer. As justificações foram variadas, vou-me centrar apenas em duas:

- Não é prática da esquerda reagir em função de resultados eleitorais;

- A convenção nacional não foi proposta nem na Comissão Política nem na Mesa Nacional.

Chegamos a esta Conferência após um longo ciclo de derrotas eleitorais. Com humildade e espírito autocrítico temos de analisar onde é que o Bloco errou.

Porque certamente o Bloco errou, já que nos aparece inaceitável a ideia sobranceira de que o Bloco acertou sempre --- e de que nada temos que nos arrepender e de que quem errou terão sido sempre os eleitores.

Os resultados eleitorais catastróficos com que os eleitores nos penalizaram exigem que vamos além das explicações superficiais que aliviam dor, mas não curam.

Como militantes de um partido de esquerda, temos de ser exigentes, temos de manter um forte espírito crítico, enfrentar a realidade e procurar respostas, com coragem intelectual. Todos e todas nós!

O país precisa de uma esquerda forte e influente, capaz de enfrentar as mudanças que estão a ocorrer no mundo. Trabalhámos muito para isso nos últimos anos, cada um de nós deu o litro e muito esforço, mas isso não nos deve impedir de fazer uma reflexão profunda sobre o ponto a que chegámos. Sem essa análise, sem percebermos o que correu e por que correu mal, não avançaremos.

Car@s camaradas

A atual coordenadora concelhia do Entroncamento finalizou um ciclo de direção e de intervenção local. Por isso, considera que se deve iniciar o processo de eleição de uma nova Coordenadora Concelhia.

Dando cumprimento ao estipulado nos estatutos, a coordenadora concelhia reunida em 27 de abril de 2022 decidiu a abertura de processo eleitoral para a eleição de uma nova coordenadora, para o próximo biénio.

Oportunamente, nos termos regulamentares, será aprovada a constituição da Mesa da Assembleia Eleitoral, A estes juntar-se-á, posteriormente, um elemento de cada uma das listas concorrentes.

As eleições realizar-se-ão no próximo dia 17 de junho. O processo eleitoral seguirá o regulamento específico aprovado pela Mesa Nacional do BE.

As listas concorrentes deverão ser entregues até ao próximo dia 24 de maio às 18 horas. Deverão ser remetidas para o endereço de e-mail concelhia@blocoentroncamento.pt, indicando o respetivo mandatário.

Entroncamento, 27 de abril de 2022

 A Coordenadora Concelhia Entroncamento do Bloco de Esquerda

Páginas