Opinião

Fabíola Cardoso

Despoluir um rio não é impossível

Despoluir o Nabão é possível. Haja vontade política de quem governa, trabalho técnico competente e capacidade de candidatura a financiamentos europeus.

Fabíola Cardoso

Produção solar fotovoltaica sim, mas….

Assistimos ao nascimento de um novo problema ambiental que ocupa milhares de hectares no Ribatejo: proliferam os projetos de enormes centrais solares na Azambuja, Cartaxo, Alenquer, Santarém, Chamusca, Rio Maior ou Benavente.

Fabíola Cardoso

Ecovia do Tejo: um caminho de esperança

A ONU instituiu o dia 3 de junho como Dia Mundial da Bicicleta. Foi este o dia escolhido pelo Bloco de Esquerda para divulgar a proposta legislativa que defende a criação da Grande Ecovia do Tejo: um percurso ciclável e pedestre, de Espanha a Lisboa, junto ao rio Tejo.

 

Resoluções Mesa Nacional

Esta antiga reivindicação do Bloco de Esquerda, foi agora chumbada por muitos dos deputados que a tinham aprovado como recomendação na legislatura anterior. Esta inversão de votos denota a ausência de vinculo efetivo dos deputados ao seu circulo de eleição e à ausência de interesse pelos problemas concretos dos cidadãos.

O Bloco de Esquerda manifesta publicamente o seu repúdio pelo atentado em curso num dos mais emblemáticos e importantes legados da pré-história no concelho de Tomar e total solidariedade para com o Grupo dos Amigos da Anta do Vale da Lage.

Tomar é cada vez mais um sítio prisioneiro da inercia e/ou más decisões do Governo e dos executivos camarários que nos têm governado até hoje.

A deputada do Bloco de Esquerda, Fabíola Cardoso, questionou no hemiciclo a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa acerca dos graves problemas de mobilidade que afetam os residentes do distrito de Santarém.

A Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Santarém, reunida na passada sexta-feira, 24 de janeiro, aprovou por unanimidade o ponto da ordem de trabalhos referente à situação politica. A moção politica sobre o orçamento de estado de 2020 foi aprovada com o seguinte texto:

O Bloco de Esquerda voltou a questionar o Governo sobre a poluição no Tejo. Após o alerta dado pela Concelhia de Abrantes do BE e das queixas realizadas junto das entidades fiscalizadoras pela população, os deputados do grupo parlamentar do BE, Fabíola Cardoso, Maria Manuel Rola e Nélson Peralta, endereçaram várias perguntas ao Ministro do Ambiente e Ação Climática, visto ser urgente conhecer os resultados das análises efetuadas às águas do rio, de modo a identificar as fontes poluidoras e parar com este problema que parece sem fim.

Uma delegação da Coordenadora Concelhia de Salvaterra de Magos e da Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda verificou in loco a enorme catástrofe ambiental que está a atingir o rio Sorraia. Ao longo de muitas dezenas de quilómetros, o rio e os seus afluentes estão cobertos por um espesso tapete de jacintos-de-água, uma espécie invasora muito agressiva. As margens estão extremamente vulneráveis, com aluimentos vários e com a vegetação maltratada, a exigir poda seletiva. A fauna mal sobrevive e a biodiversidade foi muito reduzida.

Páginas